Cuiabá (MT), 03 de abril de 2020 - 17:08

Notícias

24/03/2020 07:36

Secretário confirma 6 casos de Coronavírus em Mato Grosso e anuncia agilidade em diagnósticos

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, acaba de confirmar, em entrevista coletiva, que o Estado tem 6 casos confirmados da Covid 19 – cinco deles em Cuiabá e um em Várzea Grande. Até ontem, havia 2 casos diagnosticados. Com os novos diagnósticos, quatro homens infectados têm as seguintes idades – 31, 38, 48 e 50 anos. As duas mulheres têm 43 e 45 anos.

Dos 210 casos suspeitos até agora, 37 foram descartados. Em Cuiabá dos 21 suspeitos, 10 deram negativo para Coronavírus. Em Rondonópolis dos 17 suspeitos, um foi descartado. Em Sinop são 14 suspeitos e 1 com resultado negativo. Em Tangará dos 13 suspeitos um foi descartado. Em Várzea Grande são 12 suspeitos. Em Lucas do Rio Verde são investigados 6 e um foi descartado. Em Alta Floresta, dos 3 suspeitos, um deu negativo.  Em Campo Novo dos Parecis são 6 investigados. Em Matupá há dois casos suspeitos.

Figueiredo informou também que a confirmação de novos caos deve ganhar agilidade no Estado, já que dois laboratórios do setor privado foram credenciados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Mato Grosso (LACEN) e poderão fazer os exames para identificar o Convid-19. Com isso, não precisará mais da contraprova.

“Os dois laboratórios foram credenciados para fazer os testes do Coronavirus. Com isso, não precisará fazer contraprova de casos positivos. Gostaríamos de apresentar os resultados mais rápido possível, mas muitos dos testes foram encaminhados para laboratórios em São Paulo. Agora, a velocidade aumenta, mas ainda levará de 24 a 72 horas para analisar. Nem todas as coletas para fazer o exame chegam atendendo as normativas técnicas exigidas. Além disso, nem todos os casos serão testados. Somente aqueles que estão sendo monitorados”, disse Figueiredo.

Ainda de acordo com o secretário, o governo do Estado deve receber do Ministério de Saúde, por semana, cerca de 100 kits para testes rápidos do coronavírus. “O ministério não recomenda fazer teste em sintomas leves. Esses pacientes devem ficar em casa e não ir nas unidades de saúde para ter contato com outras pessoas já com sintomas mais grave. O ministério está disponibilizando cerca de 100 kits por semana, mas não temos como confirmar se receberemos esse número todos os dias.

Gilberto afirmou que o governo do Estado prevê comprar  600 novos respiradores para atender os pacientes. “Todos os hospitais têm Unidade Terapia Intensiva (UTI). No Estado, são mais de 1 mil leitos. Estamos viabilizando esses leitos nas unidades do estado, mas também estamos fazendo uma intensificação para aquisição de 600 novos respiradores”.


INFORMES PUBLICITÁRIOS

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo